carrinha Entregas gratuitas em compras a partir de 60€

Motricidade Fina, como incentivar o desenvolvimento?

Companhia dos Brinquedos | 19 Maio, 2019

O desenvolvimento motor de um bebé pode ser dividido em duas partes. O desenvolvimento das competências motoras grossas e o desenvolvimento das competências motoras finas. As competências motoras grossas incluem correr, saltar, andar, bem como manter o equilíbrio. As competências motoras finas incluem todas as competências de movimento que realizamos com nossos dedos, mãos e braços. Os bebés e crianças precisam de muito tempo e prática, para aprender esses movimentos pequenos e precisos. Até que sejam conscientemente capazes de puxar um boneco, segurar uma colher ou empilhar blocos de construção um em cima do outro, têm que praticar uma variedade de sequências motoras finas, repetidamente. É assim que desenvolvem o nível de força necessário para conseguir fazer essas ações.

Quando é que os bebés começam a segurar?

Os bebés só por volta do ano de idade conseguem levantar objetos e colocá-los novamente no mesmo sitio.

Durante as primeiras semanas, as mãos e os dedinhos do bebé movem-se em grande medida devido ao reflexo de agarrar que serve para protegê-los. Isso garante que, no início da vida, eles se possam agarrar às coisas inconscientemente.

É claro que o desenvolvimento motor dos bebés está intimamente relacionado ao desenvolvimento de sua visão. Os bebés só conseguem alcançar objetos quando os podem ver e dessa forma concentrar-se neles totalmente.

No artigo “Como os bebés descobrem o mundo” exploramos o sentido da visão e como esta se desenvolve nos bebés.

Motricidade fina: agarrar, atirar e sentir

A partir do primeiro aniversário, torna-se evidente se a criança prefere usar a mão direita ou esquerda. A mão dominante irá tornar-se um pouco mais forte e mais hábil. A determinação de que a criança irá ser canhoto ou destro apenas ocorre a partir dos dois anos de idade.

A maioria das crianças com um ano de idade já é capaz de pegar num objeto apenas com o polegar e o dedo indicador. Esta competência é conhecida como aperto em pinça. Logo que as crianças dominam esta competência, rapidamente descobrem que atirar coisas à sua volta é bem divertido! Os pais não dirão a mesma coisa mas …

3 formas simples de praticar a motricidade fina

À hora da refeição

Na hora das refeições, é fácil incentivar uma criança a treinar. Ao comer comida com os dedos, cortada em pequeninos pedacinhos, as crianças podem escolher o que querem comer e em seguida apanhar o que pretendem de forma bem mais concentrada. Aprender a comer com a colher é outra forma de fomentar o desenvolvimento da motricidade fina.

Com brinquedos de encaixe

Colocar um brinquedo colorido e emocionante, como o Kasper,  ao alcance da criança estimula a criança a agarrá-lo. Crianças pequenas também podem ser facilmente encorajadas a treinar suas habilidades motoras com brinquedos apropriados, como brinquedos de empilhar, de encaixe ou de classificação. Estes brinquedos obrigam a colocar objectos em cima uns dos outros ou a encaixá-los uns dentro dos outros, além alguns também permitirem fazer o processo inverso. Os brinquedos de madeira coloridos que promovem habilidades motoras finas treinam níveis de força e aderência através do jogo.

Com blocos de madeira

Colocar blocos em cima de blocos é um divertimento para todas as crianças! Os blocos de madeira coloridos são também uma óptima forma de promover competências motoras e coordenação motora.
Os blocos de madeira para além das suas cores divertidas, incluem blocos com formatos multifacetados e diferentes que, por serem mais difíceis de pegar e colocar, obrigam a criança a maior concentração e precisão no movimento. Outros têm blocos com efeitos ópticos e acústicos trazem sempre um novo prazer de brincar, o que facilita a aprendizagem de novas competências!

Texto adaptado Haba
Ler mais
Partilhe:
Outros Artigos
As Crianças Precisam de Música
A música é a linguagem mais universal do mundo. Muito antes da fala e da sua compreensão se desenvolverem, as crianças já entendem a ...
Menos tempo sentados e mais brincadeira: recomendações para a saúde das crianças
Pela primeira vez, a Organização Mundial da Saúde (OMS) publicou um documento com recomendações sobre a promoção da saúde infantil para ...
O Desenvolvimento da Audição nas Crianças
Os bebés já são capazes de ouvir na barriga da mãe. Eles ouvem o seu próprio batimento cardíaco bem como o da própria mãe. Assim ...